OS ACHACADORES E O SHOW DE NEPOTISMO SEQUENCIADO - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




terça-feira, 28 de julho de 2015

OS ACHACADORES E O SHOW DE NEPOTISMO SEQUENCIADO


Em artigo enviado ao Blog do Eliomar AQUI, o advogado Alfredo Marques avalia a trajetória política dos Ferreira Gomes. Confira:

Através da prática do nepotismo – favoritismo para com parentes pelo poder público – a família Ferreira Gomes vem se mantendo no staff do Governo do Ceará há algum tempo. Com a saída do secretário das Cidades do Estado, Ivo Gomes, agora é o engenheiro Lúcio Ferreira Gomes, irmão de Ciro, Cid e Ivo, o nome cotado para administrar a pasta. Ele foi chefe de gabinete do irmão mais velho Ciro, quando este governou o Ceará de 1991 a 1994, e é o único dos irmãos a estar afastado do poder público.

O costume de nomear parentes para cargos na administração pública não foi um legado apenas do ex-governador Ciro Gomes. Cid Gomes, ainda quando prefeito de Sobral, nomeou o irmão Ivo Gomes chefe de gabinete da Prefeitura e secretário de Desenvolvimento da Educação. Em 2007, já eleito governador do Estado, Cid Gomes convidou Ivo para assumir a chefia do gabinete do Governo do Estado, cargo que ocupou até março de 2011.

Assim como Ivo, Ciro Gomes também fez parte do governo de Cid Gomes. Em 2013 ele foi nomeado secretário de Saúde do Estado, quando prometeu acabar, em um prazo máximo de 90 dias, com o “piscinão” no Hospital Geral de Fortaleza (HGF), afirmando ter as “costas largas” para isso, mas não obteve êxito.

Agora, no governo de Camilo Santana, apoiado pelos Ferreira Gomes, Ivo Gomes assumiu a secretaria das Cidades no início da gestão, porém deixou a pasta afirmando que o motivo seriam os atrasos de repasses, por parte do Governo, para pagamento dos vigilantes da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor).

A saída de Ivo Gomes, no entanto, parece não acabar com a cota de nomeações da família Ferreira Gomes na administração do Estado. A nomeação de Lúcio Ferreira Gomes seria providencial para colocar um fim nos boatos de que a saída de Ivo do Governo seria um rompimento entre a sua família e o governo de Camilo Santana, fortalecendo a aliança.

O argumento utilizado pelo governador para a escolha do seu staff administrativo seria o currículo dos nomeados para garantir uma gestão eficaz. Lúcio Ferreira Gomes ocupa cargo executivo na operadora de telefonia Oi. Nesse caso, fica o questionamento se Lúcio Ferreira Gomes será o novo secretário das Cidades por aptidão curricular ou por ter o mesmo sobrenome de Cid, Ciro e Ivo. Ah, e não nos esqueçamos também da ex-cunhada Patrícia Saboya, que agora é conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Família unida.

Fonte: Blog do Eliomar