PREFEITURA DE CAMOCIM ABRE LICITAÇÃO PARA O CARNAVAL - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

PREFEITURA DE CAMOCIM ABRE LICITAÇÃO PARA O CARNAVAL


"Ainda não se tem notícias de como serão resolvidos os supostos problemas prioritários, das áreas da saúde e educação"

A Prefeitura de Camocim através da Secretaria Municipal da Cultura e Desporto abriu no último dia 18 de Janeiro, o processo de licitação para o carnaval de Camocim na modalidade pregão, para a contratação de prestação de serviços de organização, produção e realização do carnaval popular de CAMOCIM.  Todos os dados deste processo você pode conferir AQUI no portal do Tribunal de Contas dos Municípios do Cerará – TCM.
O carnaval de Camocim é tradicionalmente conhecido em todo o estado do Ceará e em outros lugares do País, como um dos mais animados, e um dos mais tranquilos, onde o folião  desfrutar também das exuberantes belezas naturais. O Revista Camocim obteve a informação que neste ano, cerca de 17 bandas deverão animar o carnaval, e a Prefeita Mônica já informou que realizará a grande festa através de parcerias, devido, segundo ela, a difícil situação financeira em que se encontra o município, declarado por ela em Estado de Emergência Administrativa.

QUESTIONAMENTOS
 Como é que uma cidade que supostamente está enfrentando sérios problemas na área da saúde e educação, e, no entanto, a Prefeitura logo na primeira oportunidade abre licitação para a realização do carnaval e para contratação da prestação de serviços de assessoria e consultoria técnica de apoio administrativo ? AQUI   Não poderia ela abrir licitação para aquisição de medicamentos, da qual ela tanto alega que a ex-gestão não deixou? Ou então para aquisição de materiais para a manutenção do sistema municipal de educação? Curioso é que não se tem notícias por parte da Prefeitura de algum processo de pedido de dispensa de licitação para a aquisição de serviços e produtos para a saúde e educação.  Pois mesmo a cidade estando em estado de emergência  e a Lei garantindo a dispensa de licitação  é preciso se trabalhar corretamente, documentado as ações de gerenciamento do dinheiro do povo. Como é que a prefeitura está gerindo estes recursos destinados a sanar os problemas emergenciais?
Desde o início deste novo governo, parece que a única prioridade é apontar os supostos erros da gestão passada e mais nada, como uma espécie de eterna campanha politica com o objetivo único de macular a imagem de seus antecessores.

Carlos Jardel