JUSTIÇA GARANTE ACESSO ÀS REDAÇÕES DO ENEM - Revista Camocim

Clique na imagem para enviar o seu curriculum

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

JUSTIÇA GARANTE ACESSO ÀS REDAÇÕES DO ENEM


Juiz pede ao Inep que crie novas soluções tecnológicas que propiciem mais segurança e agilidade

Este ano não foi diferente. Mais uma vez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é alvo de batalhas judiciais. Acatando pedido do Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE), a Justiça Federal determinou, ontem, que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilize, de forma imediata, o acesso às provas de redação devidamente corrigidas, e não somente no próximo dia 6 como estava previsto. Assim, fica permitido, em tempo hábil, o direito de revisão das notas antes de serem lançadas.
Além disso, o juiz da 11ª Vara Federal Danilo Fontenelle Sampaio sugere que o instituto crie também soluções tecnológicas que permitam, com segurança e agilidade, a disponibilização dos dados. Toda essa motivação judicial surgiu, segundo o procurador federal Oscar Costa Filho, depois de receber abaixoassinado, com cerca de oito mil alunos discordando das notas atribuídas, alegando que elas não obedecerem aos critérios de correção eleitas no edital de 2012.
 Continue lendo  clicando na  Fonte: Diário do Nordeste

Carlos Jardel