EMOCIONADA, DILMA LAMENTA TRAGÉDIA NO RS E ANTECIPA VOLTA DO CHILE - Revista Camocim

Clique na imagem e fale com a gente

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Clique na imagem e conheça nossos produtos e ofertas

Financiamento a partir de R$160 mil.Venha conversar com a gente. Clique na imagem.


Em Camocim, hospede-se nos hotéis Ilha Park e Ilha Praia Hotel. Clique na imagem e faça sua reserva




domingo, 27 de janeiro de 2013

EMOCIONADA, DILMA LAMENTA TRAGÉDIA NO RS E ANTECIPA VOLTA DO CHILE


A presidente Dilma Rousseff cancelou três reuniões bilaterais que teria neste domingo (27) no Chile e embarca ainda pela manhã para Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em razão da tragédia ocorrida em uma boate na cidade, onde mais de 200 pessoas morreram após incêndio.
Em entrevista antes da viagem, Dilma disse que mobilizou os ministros para monitorar e que o governo federal fará "tudo o que for necessário". Emocionada, ela lamentou a tragédia.
"Eu queria dizer à população do nosso país e de Santa Maria o quanto, nesse momento de tristeza, estamos juntos. E necessariamente iremos superar, mantendo a tristeza", disse com a voz embargada.
A presidente cancelou encontros bilaterais com Argentina, Letônia e Bolívia, segundo a assessoria de imprensa do Planalto, e vai direto para Santa Maria, sem passar por Brasília. Dilma deve chegar na cidade ainda nesta tarde, mas ainda não há horário definido.
Mais cedo, ela telefonou para o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e ofereceu "toda ajuda necessária"
"A presidenta telefonou para o governador Tarso Genro e ofereceu toda a ajuda necessária. Ela determinou a todos os ministros que deem apoio em suas respectivas áreas", informou a assessoria de imprensa do Planalto. Segundo  a Presidência, a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, já está com o governador Tarso Genro e representa o governo federal.

Matéria publicada no G1