Incompetência tripla: Secretária pede pra levantar "paredão de piçarra" ao invés de barreira sanitária e o prefeito obedece! - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

segunda-feira, 22 de março de 2021

Incompetência tripla: Secretária pede pra levantar "paredão de piçarra" ao invés de barreira sanitária e o prefeito obedece!

 A informação foi do próprio vereador aliado do prefeito Bel Júnior, o Jonas do Paredão.




É lógico que é necessário que seja instalada uma barreira sanitária, com profissionais da saúde controlando e orientando as pessoas.  Mais lógico ainda é a diferença que existe entre uma barreira de piçarra e uma barreira sanitária. 


No entanto a  questão é: qual o mais incompetente dos três?




Vamos começar pela ignorância - pra não dizer outra coisa - da secretária da saúde de Senador Sá, a senhora  Morgana Abreu, que sugeriu ao prefeito fechar a fronteira  com o  município de Marco levantando um paredão de piçarra.  


Desde quando, Morgana, paredão de piçarra é uma medida sanitária de prevenção ao Covid-19? Em qual dos decretos estaduais ou federais a senhora leu tal indicação? Qual protocolo da saúde indica esta medida?  Essa "ideia genial" partiu da sua cabeça? 


Agora vamos ao senhor prefeito Bel Júnior, que deve ter se reunido com seu brilhante comitê de crise e assessores, especialistas em pandemias, antes de ordenar o ridículo "levante de barro" pedido pela secretária Morgana. 


A aberração foi tão prejudicial de modo que o prefeito da cidade de Marco teve que enviar uma mensagem de wahtsapp ( e deixar vazar) pro Bel Júnior criticando sua barreira e pedindo para que fosse removida, sob o risco de uma ação do Ministério Público Estadual, promovida por parte da população. 


" Muito grosseira, totalmente sem sentido e de muito constrangimento". Foram os termos que o prefeito de Marco utilizou para definir a ação do prefeito Bel Júnior. 


Por fim, sobrou pro papagaio de ombro de pirata do prefeito Bel, o vereador Jonas do Paredão, que costuma descumprir os decretos estaduais de isolamento social com farras particulares, proibidas em todo o estado do Ceará.


Ele teve a ridícula missão de gravar um vídeo na frente do "monte de piçarra" jogando toda a culpa para a secretária da saúde Morgana, afim de aliviar o prefeito Bel Júnior.





A questão é que ele ainda passou por mentiroso, sendo desmentido pela população. Como assim?


Bom, o vereador tentou também se promover com a desgraça feita pelo seu chefe. E acabou caindo na besteira de dizer que  a barreira teria sido removida graças a um pedido seu feito ao gestor municipal.



Entenda:


1 - Os moradores da Serrota removeram a barreira, num serviço braçal, inclusive filmado.  E não o prefeito.


2-  Pela tese, se o prefeito tivesse atendido algum pedido, teria sido o do prefeito de Marco, que lhe enviou um áudio pedido para a barreira ser removida. 


3- Fora a pressão popular, além do prefeito do município vizinho, teve ainda a vereadora Zilma Araújo, que gravou um vídeo repudiando a medida do Bel Júnior. 


4- O vereador Jonas cumpriu apenas a triste sina de um vereador marionete do prefeito. Deveria ele ter ficado calado, ao invés de fazer alarde.


5 -  E se a secretária Morgana não for besta, pode até desmentir o vereador sobre essa afirmação de que teria sido ela a  mandante da construção da barreira de piçarra", ao invés de uma barreira sanitária.



Carlos Jardel 

Nenhum comentário: