Camocim - Prefeita Betinha prejudica atendimento do Fórum de Justiça - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Camocim - Prefeita Betinha prejudica atendimento do Fórum de Justiça

O vereador Marcos Coelho criticou: "A Prefeita Elizabete Magalhães, desorientada, retirou 15 servidores sem qualquer aviso prévio, prejudicando o andamentos dos processos de milhares pessoas, que já sofrem muito com a demora processual".

O Decreto da prefeita Betinha, de Nº 0104001/2021, de  04 de Janeiro 2021, versando sobre o recadastramento de todos os servidores públicos do município, prejudicou em cheio o funcionamento do Fórum de Justiça de Camocim, pois retirou  quase 80% dos servidores cedidos ao Judiciário.  

Trecho do Decreto

"Art. 6° Ficam revogadas, a partir de 31 de dezembro de 2020, todas as cessões de servidores concedidas pelo Poder Público Municipal para outros entes federativos.

Parágrafo único. Os servidores cedidos deverão retornar imediatamente as suas funções além de realizar o recadastramento previsto neste Decreto, sob pena de abertura de processo administrativo disciplinar caso ocorra à ausência do serviço, sem justa causa, por mais de 30 dias consecutivos".



"A Prefeitura tem milhares de servidores, alguns deles sem qualquer utilidade pública, e apenas quinze eram cedidos ao Fórum, onde exerciam dignamente suas atividades, servindo aos cidadãos e as cidadãs Camocinenses que se socorrem da Justiça.

A Prefeita Elizabete Magalhães, desorientada, retirou esses 15 servidores sem qualquer aviso prévio, prejudicando o andamentos dos processos de milhares pessoas, que já sofrem muito com a demora processual.

Vamos denunciar esse descaso administrativo na Câmara Municipal. O estímulo ao exercício da cidadania deveria ser prioridade na cooperação entre os Poderes".

Carlos Jardel

Nenhum comentário: