Martinópole - James Bel quer um presidente da Câmara que possa ser prefeito laranja interino - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Martinópole - James Bel quer um presidente da Câmara que possa ser prefeito laranja interino

Os nomes mais fortes e da preferência de James Bel é Betão e Robertinho. Bel rejeita o nome de Nilson Júnior, o mais capacitado, mas que não toparia ser subalterno. 



Em Martinópole o Prefeito eleito James Bel, que ganhou por apenas 13 votos, não foi diplomado e portanto não deverá tomar posse na próxima sexta-feira dia 01. Ficha suja, ele já foi impugnado na terceira instância da Justiça Eleitoral em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral - TSE, onde aguarda a votação de um último recurso, em que já perde por 3 a 0, com votação prevista para ser concluída em fevereiro. Caso seja mantida a tendência de derrota, novas eleições serão agendadas (anexo a portaria de agendamento das eleições suplementares para 2021). 

Em face desse contexto, estão acirradas as disputas nos bastidores à Presidência da Câmara, já que o presidente que será eleito na próxima sexta-feira será também o Prefeito interino nos próximos meses. 

A oposição fez também a Câmara. O vereador mais votado, filho do ex-Prefeito José Nilson, Nilson Júnior, teria a preferência para disputar o cargo. Mas James Bel não considera essa hipótese, pois quer ver na Presidência da Câmara e na Prefeitura alguém que apenas empreste o seu CPF, ou seja, um “laranja”, para que assim ele possa ser o “Prefeito de fato”. 

E sabe-se que Nilson Júnior é advogado de formação, uma pessoa preparada, e que por isso não iria se prestar a esse papel. 

Além disso, comenta-se que Nilson Júnior foi eleito as próprias expensas, não devendo assim favor algum a James Bel, que prefere os vereadores Betão ou Robertinho, que são  vistos como homens de confiança de James Bel, que deixariam o “Chefe” usar a “bel-prazer” os seus respectivos CPFs.

Corre por fora o vereador João Sampaio, que também se sente merecedor, em virtude da lealdade demonstrada nos últimos anos, quando teve chance de mudar de lado e não o fez, e agora mais uma vez estaria sendo deixado de fora, uma vez que seu irmão concorre ao cargo de secretário de Educação, porém o nome mais forte e da preferência de James Bel é Dennis, e não José Sampaio, que é visto no núcleo dos jacarés como opinioso e desobediente.

Comenta-se que é a mãe do Prefeito eleito que bate o martelo na escolha da Educação, pois é quem de fato manda nos bastidores na Secretaria. Logo, o secretário deve se comportar como um laranja de Maria Bel, o que já ocorreu no passado, quando o camocinense Aderaldo ocupou esse cargo, que culminou inclusive com seu afastamento judicial, em função de mal feitos comprovados.

Paralelo a tudo isso, assiste tranquilo o atual Prefeito Júnior Fontenele, que aposta nas novas eleições, que deverá ocorrer em abril ou maio. Seu grupo tem 4 vereadores eleitos e deverá lançar à Presidência da Câmara o vereador Etevaldo Frota Ximenes, embora também se especule que um acordo com algum vereador dissidente do grupo de James poderia ser factível, pois afinal está em jogo nada mais nada menos do que a Presidência da Câmara por dois anos, além de 4 ou 5 meses de Prefeitura.

De certo mesmo, o que se sabe é que o vereador que sair presidente da Câmara sexta-feira irá ter um poder absoluto, pois será Prefeito e Presidente ao mesmo tempo! Num município tão carente como Martinópole, isso não é pouca coisa! Façam suas apostas!

Carlos Jardel

Nenhum comentário: