Camocim - Juliano diz que continuará fazendo politica na oposição - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Camocim - Juliano diz que continuará fazendo politica na oposição



Com 20 anos de vereança, o veterano  Juliano Cruz concedeu  hoje (30), na Rádio Liberdade FM 90.3,  sua última entrevista como  vereador de Camocim. Ele falou um pouco de sua trajetória como político ao longo dos seus 05 mandatos consecutivos, bem como aproveitou para avaliar o último pleito eleitoral em que, apesar da expressiva votação, não conseguiu se reeleger.  

Juliano Cruz disse ainda que continuará, agora como cidadão, fazendo política em Camocim, militando no grupo de oposição, dialogando com as lideranças e com a população.

Ele avaliou ainda que a candidata Euvaldete Ferro e o grupo de oposição saíram  fortalecidos da disputa política com a conquista significativa de votos tanto na sede como no interior de Camocim, haja vista a diferença de apenas 186 votos para a candidata eleita. 

Ainda na avaliação da disputa pela prefeitura, Juliano disse que a candidata eleita , Betinha,  foi vitoriosa às  custas do abuso do poder político e econômico patrocinado pelo seu grupo, conforme identifica a Ação protocolada pelo Ministério Público Eleitoral, que acusa, além da eleita, seus líderes políticos, o deputado Sérgio e a prefeita Monica Aguiar, como também protagonistas das condutas vedadas pela legislação eleitoral. 

Nova eleição

Perguntado se acredita na possibilidade de uma nova eleição, o vereador Juliano Cruz explicou que a Ação promovida pelo Ministério Público Eleitoral, contra a candidata Betinha é forte, e que vai depender do entendimento do Juiz Eleitoral de Camocim. Contudo, reforçou que são fortes as provas que pesam contra a candidata eleita Betinha  e contra o casal Sérgio e Monica.

A acusação é de abuso de poder politico e econômico. O promotor Dr. Evânio pede a cassação dos diplomas de Betinha e Ismael e a inelegibilidade, por 08 anos, do casal Aguiar.

Atualizado às 16h20min

Assista AQUI AQUI parte da entrevista, com os radialistas André Martins e Miqueias Santos, da Liberdade FM 90.3

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: