terça-feira, 22 de setembro de 2020

Pessoas que tiveram Dengue recentemente podem ter certa imunidade contra Covid-19, sugere pesquisa brasileira

Em resultados preliminares, ainda sem publicação em revistas científicas e revisão por pares, uma pesquisa brasileira sugere uma ligação entre Covid-19 e Dengue. Liderado pelo cientistas brasileiro Miguel Nicolelis, o estudo aponta a possível relação entre lugares que onde grande parte da população contraiu dengue houve demora de transmissão comunitária exponencial da Covid-19. Foi identificado também um menor menor número de casos e mortes. A pesquisa foi anunciada nesta segunda-feira, 21.

O professor catedrático da Universidade Duke, na Carolina do Norte, tem se dedicado desde o início da pandemia ao estudo de coronavírus no Brasil. Um dos possíveis impactos seria a possibilidade de que vacinas já aprovadas ou ainda em estudo possam gerar proteção contra Covid-19. "Se comprovada correta em futuros estudos, esta hipótese pode significar que a infecção pela dengue ou uma eventual imunização com uma vacina eficaz e segura para dengue poderia produzir algum tipo de proteção imunológica para SARS-CoV-2, antes de uma vacina para SARS-CoV-2 se tornar disponível”, explica a pesquisa, segundo a agência Reuters.

Nicolelis analisa que antes mesmo de seu projeto, outras pesquisas apontavam que pacientes que têm sorologia positiva para Dengue testam positivo para coronavírus sem ter coronavírus. Isso sugere que as pessoas estariam produzindo um anticorpo que age em ambas as patologias. “Isso indica que existe uma interação imunológica entre os dois vírus que ninguém poderia esperar, porque os dois vírus são de famílias completamente diferentes”, ressaltou ele.

Informações do Jornal O Povo.

Nenhum comentário: