sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Perseguição politica - Saúde de Camocim nega atendimento odontológico a paciente especial

"Se vocês querem perseguir, persigam a mim, mas deixem meu filho especial em paz, o tratamento dele é necessário ".


A denúncia foi feita pelo senhor José Romildo, pai do jovem com necessidades especial Diogo José. No vídeo, ele relata que recebeu pela manhã a ligação telefônica  do Centro de Especialidades Odontológicas do Munícipio - CEO informando que o atendimento do jovem, marcado para ontem, quinta-feira, dia 06, não iria ocorrer e seria agendado para o próximo mês ( 30 dias). 

"Quando foi duas horas da tarde eu fui no CEO pegar informações de quando seria o próximo atendimento realmente.  Pasmo eu fiquei quando chegando lá a médica estava atendendo", disse o pai do jovem.  "E o meu filho foi dispensado pela com a informação de que não tinha atendimento. Eu argumentei com a atendente, ela deu uma desculpa qualquer  e não me deu nenhuma solução", completou Zé Romildo, que é Militar estadual da reserva e pré-candidato a vereador aliado do ex-prefeito Chico Vaulino.

"Estou aqui informando pro povo de Camocim que isso não passa de perseguição politica", afirmou deixando o recado, "se vocês querem perseguir, persigam a mim, mas deixem meu filho especial em paz, o tratamento dele é necessário e ele está fazendo".

Zé Romildo disse ainda que do dia  29 maio de 2019 a té a presente data seu filho só foi atendido apenas quatro vezes, "porque quase todas as vezes eles ligam logo pela manhã e dizem que o médico não vem. Mas hoje eu constatei que o médico estava lá e consultado".

Confira o vídeo acima.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: