quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Senador Sá - Bel Júnior insufla população a vaiar palco com Governadora e a Primeira dama do Estado

"Faça a sua parte e mostre ao governo estadual que o povo de Senador Sá não aceitará ser mercadoria"


Diferente da todos os líderes políticos oposicionistas da região norte do estado, Bel Júnior, que comanda pequena parcela da oposição do Município de Senador Sá, conclamou aos que estão se sentindo lesados pelo governo municipal  a protestarem dando uma "grande vaia" nos administradores municipais, durante a solenidade Estadual de inauguração de uma brinquedopraça e de uma  academia de ginástica.

Ocorre que a intenção do Bel Júnior incide em também constranger todo o palanque do Governo do Estado, composto pela primeira-dama Onélia Santana e a governadora em exercício, Izolda Cela.

"Faça a sua parte e mostre ao governo estadual que o povo de Senador Sá não aceitará ser mercadoria", disse Bel, que é irmão do ex-prefeito cassado de Martinópole,  James Bel e sobrinho dos  dois acusados de terem matado o radialista Gleydson Carvalho.

agora, por pura questão de entendimento, pergunto: Bel Júnior insinua que o Governo de Camilo Santana trata a população de Senador Sá como Mercadoria. É isso produção?

Ora, esse é o tipo de postagem absurda, que conota despreparo politico, falta de estratégia e, em suma,para além de incompetência, uma questão de falta de caráter ! E o "cara" ainda pede para que seus seguidores no Facebook compartilhem essa idiotice. 

Mas, vamos lá tentar entender o que se passa numa cabeça transloucada de um pretenso candidato ao governo municipal, perguntando: 

1-  Bel  irá ao evento puxar as vaias contra o palanque estadual? ou está apenas insuflando a população?  Seria até uma boa ideia, caso não fosse sandice,  que participasse, para não ocorrer que venha a ser intitulado de manipulador covarde.

2-  Se por acaso os ânimos se acirrarem durante as vaias, e ocorra algum ato de violência física - como ocorre com muita facilidade durante eventos políticos de massa, quando existem provocações partidárias - podemos colocar a briga, os machucados e até mesmos detidos  na conta do Bel? 

03 - Não é um "brinquedoteca" que será inaugurada, como disse o "atiçador politico da oposição",  mas sim uma "brinquedopraça". 

Ora, que  líder oposicionista é este que se quer sabe o nome do que está sendo inaugurando no município que pretende governar um dia?

Alguém precisa avisar a esse rapaz que ele está agindo como um baderneiro e não como um líder politico.  Esse comportamento não é  de um líder: colocar em risco a integridade física de seus liderados sem ao menos estar na linha de frente. E ainda que estivesse, a carência do bom senso  é irresponsável. 

É verdade que as vaias fazem parte do processo democrático tanto quanto os aplausos mas é preciso, sempre, avaliar os eventuais contextos em que devem ser aplicadas.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: