Camilo sanciona isenção de contas de água e auxílio para desempregados de bares e restaurantes - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

sexta-feira, 12 de março de 2021

Camilo sanciona isenção de contas de água e auxílio para desempregados de bares e restaurantes



Medidas de alívio para o setor econômico e famílias em situação vulnerável no Ceará foram sancionadas nesta sexta-feira (12) pelo governador Camilo Santana. O chefe do Executivo Estadual anunciou as sanções, aprovas pela Assembleia Legislativa do Estado (AL-CE), por meio das redes socais.


As ações fazem parte de pacote para beneficiar trabalhadores desempregados e pessoas mais carentes que sofrem com as consequências do avanço da pandemia no Estado. Devido ao agravamento da situação epidemiológica, inclusive, todo o Ceará entrará em lockdown neste sábado (13).


Auxílio para trabalhadores de bares e restaurantes


Desempregados do setor de alimentação fora do lar no Ceará receberão auxílio de R$ 1 mil, que será pago em duas parcelas de R$ 500. A medida foi anunciada por Camilo no último dia 4 de março. 


O cadastro desses trabalhadores para o recebimento do benefício deve ser aberto no dia 29 de março. O auxílio será destinado a garços, cozinheiros e outros funcionários da área que perderam seus empregos neste período pandêmico.


Isenção de contas de água


As contas de água de 379.114 famílias cearenses de baixa rende serão custeadas pelo Governo do Estado por dois meses. Outros 236.090 núcleos familiares também terão a cobrança da tarifa de contingência suspensa. 


Terão a conta paga famílias que consumem até 10 mil metros cúbicos de água pela Cagece nos vencimentos de abril (referente ao consumo de março) e maio (referente ao consumo de abril). 


Outras medidas


Trabalhadores do setor de eventos também foram beneficiados com medidas de alívio nesta segunda onda da pandemia do novo coronavírus. Auxílio de R$ 1 mil será pago em duas parcelas de R$ 500 a 10 mil funcionários como músicos, humoristas e trabalhadores de áreas técnicas.


O cadastro desses profissionais terminou na última quarta-feira (10). O pagamento da primeira parcela acontece no período que vai de 11 a 30 de abril. De 3 a 15 de maio, será paga a segunda parcela do auxílio financeiro.


Diário do Nordeste

Nenhum comentário: