Senador Sá - Em primeiro 1º Ato Administrativo, Bel Júnior exonera servidores concursados - Revista Camocim

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Senador Sá - Em primeiro 1º Ato Administrativo, Bel Júnior exonera servidores concursados


Bel Júnior alega falta de dinheiro nos cofres públicos mas mantém folha milionária de secretários e o próprio salário. 



Em Senador Sá o 1° Ato Administrativo do novo prefeito, Bel Júnior, foi exonerar servidores efetivos do Concurso Público Municipal homologado no ano de 2018, sob argumento de "falta de recursos financeiros". No entanto, a justificativa do prefeito cai por terra quando se constata que o mesmo gastará, somente com o seu secretariado - 13 (treze) Secretários(as) - , com o Vice-prefeito e com o seu próprio salário,  a quantia exorbitante  de R$ 894.000,00 (oitocentos e noventa e quatro mil ) por ano, cifra que chegará à imoralidade de R$ 3.576.000,00 ( três milhões, quinhentos e setenta e seis mil reais) nos 4 anos de mandato. Valor daria pra comprar , no minimo, 35 ambulâncias novas e totalmente equipadas. 

O prefeito Bel Júnior, ao invés de cortar na "própria carme", resolveu sacrificar os trabalhadores efetivos  do município, que fizeram por merecer, através de estudos, méritos próprios, um lugar ao sol  no imenso terreiro dos empregados. 

Se o caso é falta de dinheiro nos cofres públicos, seria mais sadio Bel Junior desativar ou fundir várias secretárias, principalmente aquelas que não tem utilidade alguma para a população, a não ser para acomodar os indicados  dos Vereadores e Suplentes da base do prefeito. Ou seja, só vai servir como  moeda de troca no imoral jogo politico da cidade.

Desta forma os vereadores da base aliada ficam ainda mais a vontade para votarem nos diversos Projetos de Lei elaborados pelo prefeito. Inclusive os projetos mais bizarros, como por exemplo: retirar ou diminuir direitos  dos Servidores Públicos, bem como da População em geral.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: