Camocim, Barroquinha e Martinópole podem ser excluídos do Consórcio de Saúde - Revista Camocim

sábado, 9 de janeiro de 2021

Camocim, Barroquinha e Martinópole podem ser excluídos do Consórcio de Saúde

Prestação de contas já foi realizada. Granja e Chaval já assinaram o contrato.




Os municípios de Granja e Chaval, representados por seus Prefeitos Juliana Aldigueri e Sebastião respectivamente assinaram ontem, dia 08/01/2021, os contratos de rateio da Policlínica e do CEO-R para o ano de 2021 conforme pauta da Assembleia. Já os municípios de Camocim, Barroquinha e Martinópole se recusaram injustificadamente a assinar os contratos de rateio na data prevista. O Estado então concedeu o prazo limite até o dia 14/01/2021. Caso não assinem os municípios de Camocim, Barroquinha e Martinópole poderão ser excluídos do consórcio e ou ficarem com os atendimentos suspensos, de acordo com a Ata da Assembleia realizada ontem na Sede do Consórcio de Camocim.

Prestação de contas

No dia 11 de fevereiro de 2020 foi realizada a prestação de contas de 2019 ao Conselho Fiscal do CPSMCAM e aprovada por unanimidade. No mesmo dia o Conselho Consultivo também aprovou a prestação de contas de todos os atendimentos realizados no ano de 2019 na Policlínica e CEO-R conforme ata apresentada ontem a todos os gestores.

Na Assembleia de ontem (08) também foi apresentada a prestação de contas de 2020 a todos os gestores, bem como o orçamento para o ano de 2021.

No dia 14 de janeiro a Assembleia será para a assinatura do contrato de Rateio dos municípios que não assinaram no prazo correto e para análise da minuta do contrato de programa 2021 que é responsabilidade do Governo do Estado.  

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: