Sérgio Aguiar - Eis o seu Curriculum vitae - Revista Camocim

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

Sérgio Aguiar - Eis o seu Curriculum vitae

O deputado Sérgio Aguiar já iniciou nas redes sociais da internet sua campanha para a Presidência da Assembleia Legislativa. Vários de seus apoiadores estão replicando um texto que apresenta o curriculum  técnico do parlamentar, que é conhecido em Camocim também por "papudo". No entanto, tomei a iniciativa de complementar o histórico sobre "quem é Sérgio Aguiar!? Lá vai: 

É um político feito pelo pai, Chico Aguiar, conhecido por Chico Promessa, que por sua vez foi feito pelo avô. Ou seja, Sérgio não tem luz própria. Deve tudo ao DNA familiar. Foi alçado pelo pai, que foi governador tampão, à condição de prefeito de Camocim traindo a própria família e o tio Murilo Aguiar Filho, numa disputa acirrada. 

Depois que o pai foi para o TCM, Sérgio conseguiu a maior derrota "fragorosa" nas urnas da história de Camocim, pois na condição de prefeito, dentre vários problemas em sua administração, atrasou três meses os salários dos servidores. Depois ele foi ser deputado estadual e foi eleito carregado, advinha por quem? resposta:  pelo pai!. E passou esse tempo todo ganhando eleição, segundo as más línguas, às custas escusas de forjar votos através do pai, que dizem ainda as más línguas: chantageava os prefeitos e ex prefeitos através de acertos de julgamentos de contas na extinta corte do TCM. 

Só pra lembrar, o irmão do Cid  e do Ciro Gomes, o ex-deputado estadual e atual prefeito de Sobral, Ivo, disse que o TCM só servia para sujar a ficha de políticos honestos e limpar a ficha dos desonestos.

Bom, depois de duas derrotas a esposa, Monica Aguiar, se elegeu em Camocim e fizeram uma gestão recheada de escândalos de corrupção, como por exemplo o golpe de meio milhão de reais do WhatsApp e o julgamento do casal (Monica e Sérgio) no TRE por 4x3, com pena de multa de R$160 mil reais. Esse Julgamento ainda corre no TSE e poderá deixar os dois inelegíveis por abuso do poder econômico por 8 anos.

Sérgio e Monica passaram anos sendo sustentados pelo dinheiro que o Estado e a União repassam ao hospital "filantrópico" Murilo Aguiar. São mais de R$ 1.000.000,00 todo mês nos cofres desse hospital, que é apelidado por camocinenses de "matadouro" e  sua direção já foi indiciada por fraude no SUS

Sérgio vive das sombras das mamadas e maracutaias do poder. Não tem uma empresa e nem um comércio que gere um emprego sequer. Fez um aniversário hollywoodiano da filha caçula de 15 anos que o custo foi quase R$700 mil reais e seu imposto de renda até pouco tempo não tinha esse montante, pois sua única renda é o salário de deputado. Sérgio Aguiar é o embuste.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: