Inauguração do elevador da Câmara de Camocim: "Dai a César o que é de César" - Revista Camocim

Postagem em destaque

Online Telecom promove Campanha Solidária para ajudar famílias carentes de Camocim

 Faça a sua doação e participe dessa corrente do Bem!  A Online Telecom lançou uma Ação Solidária para arrecadar alimentos que serão doados ...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Inauguração do elevador da Câmara de Camocim: "Dai a César o que é de César"

Não vejo o César Veras como um vereador exemplar e não me iludo com o fato de que ele foi o mais votado nestas eleições. Isso não o credencia como um bom homem público. Apenas diz que ele conseguiu votos. E votos, nesse estado democrático, não se conseguem apenas com honestidade. Aliás, são poucos os eleitos com honestidade. Mas isso não vem ao caso nessa postagem. A questão é que ele, obstante as considerações que tenho sobre o seu caráter público de politico, foi o único presidente da Câmara de Camocim que, de fato, tratou de resolver o problema da acessibilidade ao parlamento municipal, ao construir a rampa para cadeirantes e o elevador, que será inaugurado no dia 19 de dezembro.

Neste caso cabe aqui - e que o Céu me perdoe, até porque o politico em questão não é nada santo ou algo parecido. Está mais para o capeta -  o empréstimo da frase bíblica para meramente ilustrar a situação refletida: " Dai a César o que é de César". E neste caso, excepcionalmente, é de César, o Veras, o mérito pela construção da acessibilidade de cadeirantes e idosos ao recinto parlamentar.

É inegável o fato de que isso significa, mesmo que emblematicamente, e por força de Lei, um avanço no campo de visão que respeita a parcela significativa da sociedade que precisa de cuidados, atenção e respeito.

Temos agora um obstáculo a menos para o incentivo da participação do povo nas sessões e demais atividades legislativas. 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: