Cidades turísticas prometem combate às lotações no fim de ano, mas prefeituras não detalham planos - Revista Camocim

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Cidades turísticas prometem combate às lotações no fim de ano, mas prefeituras não detalham planos

Cidades do interior cearense que são atrativos turísticos para as celebrações de fim de ano se preparam para tentar evitar aglomerações em festas particulares nas ruas e restaurantes, já que os eventos públicos estão cancelados por decretos municipais em consonância com a norma estadual. O objetivo é prevenir e combater a disseminação do novo coronavírus

No Cariri cearense, Juazeiro do Norte que, ao longo do ano, é um dos principais polos de turismo religioso do Brasil, costuma receber romeiros para as festas de Natal e Ano Novo. Agora, a cidade está no nível mais alto (4) de alerta quanto aos casos, óbitos, contágios e ocupação de leitos de Covid, conforme os dados do IntegraSus, plataforma de dados da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa). 

Outras três cidades litorâneas – Aracati, Beberibe e Jijoca de Jericoacoara – estão em nível 3 de alerta para a Covid-19. Já a serrana Guaramiranga permanece em nível 2. Para orientar e evitar aglomerações em restaurantes e espaços de turismo religioso, Juazeiro do Norte já publicou decreto municipal que segue as determinações da norma estadual de prevenção e combate ao novo coronavírus, proibindo, por exemplo, eventos públicos.

“Já mantemos fiscalização regular e essas medidas vão continuar com apoio da Vigilância Sanitária, Demutran, Guarda Municipal e em parceria com a Polícia Militar”, explicou o procurador-geral do Município, Micael François. Juazeiro do Norte é a segunda cidade cearense, após Fortaleza, com maior registro de casos de Covid-19 (16.778) e a quarta em óbitos (314), segundo a Sesa.

A praia de Jericoacoara é um dos atrativos internacionais no litoral cearense e nesse período já registra lotação em torno de 70% das vagas de hotéis e pousadas. O prefeito de Jijoca de Jericoacoara, Lindbergh Martins, disse que realiza reuniões para fechar o plano municipal de ação em parceria com o Estado, órgãos de segurança e vigilância sanitária.

“Cancelamos queima de fogos e festas públicas e particulares”, definiu. “Vamos receber bem os turistas e daremos orientações sobre as medidas definidas pelo governo do Estado para prevenção dessa doença”, acrescentou. A cidade tem 963 casos e 11 mortes causadas pelo vírus.

O gestor municipal de Jijoca sugeriu a prática de um turismo ecológico, voltado para “apreciar as belezas naturais do município, tirar o máximo de proveito da temporada, em vez de querer só festas, aglomerações e proximidades entre as pessoas”.

A Secretaria da Casa Civil de Aracati, por meio de nota, frisou que “o decreto municipal e as ações desenvolvidas pela prefeitura estão em consonância com as determinações do governo do Estado, com restrições a festas e aglomerações em bares, restaurantes e ambientes similares”.

A Pasta informou que “a cidade conta com uma rede de atendimento especialmente preparada para lidar com a Covid-19 e uma ala no Hospital Municipal totalmente nova, isolada, equipada e com equipe especializada para o tratamento de pacientes acometidos pela doença. A nota pede “a colaboração das pessoas em um momento delicado que o mundo vivencia”.

Informações do Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: