terça-feira, 10 de novembro de 2020

Terror nas noites de Camocim - candidata Aldacy é perseguida e trancada por militantes da Betinha


A professora Aldacy, candidata a vereadora pelo PSL de Camocim, foi perseguida e cercada na noite de ontem, segunda-feira (10), por vários homens, militantes da candidata Betinha, que ocupavam carros e motos sobre o pretexto de fiscalizar possíveis atos ilegais de campanha.

"Eu estava realizando minhas visitas de campanha, acompanhada de minhas filhas, que são crianças, quando percebi que estava sendo perseguida por carros e motos, que chegaram a me trancar na rua", relatou ao blog a candidata que precisou pedir ajuda a um casal de amigos para poder chegar em casa.

Os vídeos mostram o momento em que a candidata desceu do carro e gritou contra seus perseguidores. 

Outros incidentes aconteceram durante a madrugada em Camocim, envolvendo militantes dos dois grupos políticos de Camocim ( situação e oposição) que adentram a madrugada.

O problema

O problema não é a fiscalização, mas sim o desrespeito e o clima de guerra que se estabeleceu entre os que escolheram a se aventurar nas noites que antecedem o dia da votação.

Para se ter ideia, até tiro de foguetes estão sendo disparados entre os militantes durante os conflitos gerados no momento em que os grupos se encontram. 

Além do bom senso, a Policia Militar precisa agir para estabelecer a ordem. 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: