Mulher líder de facção e que estava na lista dos mais procurados do Ceará foi presa escondida em Jijoca de Jericoacoara. - Revista Camocim

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Mulher líder de facção e que estava na lista dos mais procurados do Ceará foi presa escondida em Jijoca de Jericoacoara.

"Irmã Ruiva" é apontada como chefe do Comando Vermelho na Região Norte do Ceará e no Grande Mondubim, em Fortaleza. Ela estava na lista dos mais procurados do Estado, escondida em Jijoca de Jericoacoara 

Uma mulher que liderava a facção criminosa CV na Região Norte do Ceará e no Grande Mondubim, em Fortaleza, responsável pelo tráfico de drogas e por ordenar homicídios e ataques criminosos. Segundo a Polícia Civil, essa é Almerinda Marla Barbosa de Sousa, a 'Irmã Ruiva', de 39 anos, recapturada na residência de familiares, em Jijoca de Jericoacoara, na última sexta-feira (20). 

'Irmã Ruiva' é investigada pela Draco desde janeiro de 2019, quando teria ordenado ataques a bens públicos e privados, na maior série de ações criminosas já registrada no Ceará. Ela também é suspeita de determinar o assassinato de desafetos no Grande Mondubim, para manter o domínio da facção. Os investigadores não especificaram os casos, para não comprometer as apurações. 

"Ela é aquela pessoa que faz a determinação de mortes, homicídios. Esse alvo era bastante procurado pela Draco e representa uma importante prisão no cenário de combate às organizações criminosas", afirma o delegado geral da PCCE, Marcus Rattacaso. "Ela teve uma participação ativa nos ataques criminosos de janeiro de 2019. A Justiça tarda, mas não falha. Quem praticou algum tipo de crime naquele tempo ainda está sendo investigado, para ser devidamente responsabilizado", completa o delegado titular da Draco, Harley Filho.

Informações do Camocim Polícia 24h via Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: