quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Flávio Bolsonaro, Queiroz e mais 15 pessoas são denunciadas pelo MP-RJ por 'rachadinha' na Alerj

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi denunciado pelo procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem, ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio. Além do senador, Fabrício Queiroz, subtenente da reserva da PM-RJ e ex-assessor de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio, também foi denunciado. 

O Ministério Público do Rio informou, na madrugada desta quarta-feira (4), que a denúncia foi oferecida à Justiça do Rio no dia 19 de outubro. As informações são do jornal O Globo.

O filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi apontado como líder da organização criminosa, em um documento de aproximadamente 300 páginas. Já Queiroz, foi apontado como o operador do esquema de corrupção que funcionava no gabinete do senador. 

Os dois foram acusados pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Outras dezenas de assessores também foram denunciadas. O relator do caso é o desembargador Milton Fernandes.

Depois de apresentada a denúncia, Flávio Bolsonaro será notificado para oferecer resposta no prazo de 15 dias. Junto da notificação, serão entregues aos acusados cópia da denúncia, do despacho do relator e dos documentos por este indicados.

Informações do Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: