quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Supermercados são questionados por alta nos preços de alimentos

As principais empresas e associações ligadas à produção e distribuição de alimentos da cesta básica, como os supermercados, foram notificadas pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), célula ligada ao Ministério da Justiça, sobre a alta de preços dos alimentos registrada nas últimas semanas. O órgão está investigando se há aumento abusivo dos valores de revenda por conta da crise causada pelo novo coronavírus. Todos os notificados terão, a partir desta quarta-feira (9), cinco dias para responder aos questionamentos.

A Senacon propôs ainda que os ministérios da Agricultura e da Economia se reunissem para discutir medidas que possam atenuar o “aumento exponencial nos preços de alimentos que compõem a base alimentar dos brasileiros”.

Juliana Domingues, titular da secretaria, acredita que as notificações devem ajudar a  identificar claramente as causas destes reajustes, especialmente do arroz.

“Não podemos falar em preços abusivos sem antes avaliar toda cadeia de produção e as oscilações decorrentes da pandemia”, disse ela.

Informações do Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: