terça-feira, 29 de setembro de 2020

Granja - Ministério Público impugna candidatura de Paloma Aguiar

O Ministério Público Eleitoral, através do Promotor Eleitoral Victor Borges Pinho impugnou o Registro de Candidatura de prefeita de Paloma Aguiar (PSB, tendo em vista que ela se enquadra na hipótese prevista no art. 1o, I, “b”, da Lei Complementar n. 64/90.

O promotor Eleitoral destacou na Ação de Impugnação, que Paloma "teve seu mandato de vereadora cassado pela Câmara Municipal de Granja em decorrência da prática de conduta incompatível com a dignidade e o decorro parlamentar, consoante previsto no art. 32, inciso II da Lei  Orgânica do Município de Granja". Ele afirmou ainda que "a decisão supracitada torna a Impugnada inelegível até 31/12/2028 e não há qualquer notícia apontando a existência de provimento jurisdicional suspendendo ou anulando seus efeitos".

Alfinetada

Mais cedo a candidata ficha suja, ex-vereadora que teve mandato cassado por quebra de decoro e falsidade ideológica, gravou um vídeo informando que não havia sido impugnada, enganando seus eleitores e a população de modo geral, num atitude que escancara ainda mais o leque de absurdos da ex-vereadora que pretende comandar a cidade.

Carlos Jardel  


Nenhum comentário: