sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Em nota, Clinica Júlia Alves diz que médico não era funcionário da empresa, apenas um locatário de sala de atendimento.

Após denúncia, Clinica reincidiu contrato de locação com o médico acusado de ter abusado de uma  paciente. 


Segue a nota de esclarecimento da Clinica Júlia Alves, de Jijoca de Jericoacoara , sobre o suposto crime de abuso cometido por um médico locatário de uma das salas da empresa, onde o mesmo prestava atendimento aos seus pacientes. 

Nota de esclarecimento da Clinica Júlia Alves 

No último dia 18 de Setembro de 2020, a Clinica Júlia Alves foi informada através da Emissora TV Cidade, mediante a produção do Programa 190, que o médico Francisco Rodrigues Filho, ortopedista, estaria sendo acusado, por uma paciente, de ter cometido assedio sexual e moral. A matéria jornalistica, que foi ao ar na mesma data, mostrou um vídeo do suposto atendimento indecoroso do profissional citado.

 A  Clinica também foi informada que a paciente denunciou o referido médico para as autoridades policiais.  Por tanto, diante dos fatos, em respeito aos moradores de Jijoca e região, principalmente aos seus clientes, a Clinica esclarece :

1- O referido médico ortopedista não era funcionário da Clinica Júlia Alves, e sim um locatário de uma das salas da empresa, onde o mesmo realizava  os atendimentos referentes ao exercício de sua profissão.

3-  Desde o momento em que a empresa tomou conhecimento do caso adotou as seguintes providências:

  • Rescindiu o contrato de locação com o médico.
  • Adotou a postura de colaborar com a imprensa e com todas as autoridades policiais e da Justiça com a intenção de ajudar na investigação da denúncia, a fim de  que a verdade dos fatos possa prevalecer. 
  •  O órgão de imprensa, vinculadora da denúncia, desfrutando do direito de preservação da fonte,  não informou o nome da suposta vitima. No entanto, a Clinica Júlia Alves manifesta a intenção de ajudar a mesma no que for necessário, inclusive no acompanhamento psicológico. 
  • Protocolou um Boletim  de Ocorrência5, de número 78 -702/2020, na Delegacia de Policia Civil de Jijoca de Jericoacoara  a fim de resguardar seus clientes e funcionários, bem como a integridade da empresa, que presta serviços de saúde ao município de Jijoca de Jericoacoara e região sem quaisquer mácula, obedecendo rigorosamente todos os padrões de regulamentação de funcionamento estabelecidos por todos os órgãos competentes.
4-  A Clinica Júlia Alves tomo conhecimento de que o médico  acusado, em sua defesa, enviou ao referido órgão de imprensa (TV Cidade) o pedido de direito de resposta com uma devida nota de esclarecimentos, afirmando que não cometeu qualquer tipo de abuso. (Nota em anexo). 

3 - A Clinica Júlia Alves repudia todo e qualquer comportamento criminoso e preza pela integridade de seus pacientes, desta forma, exige das autoridades competentes a rigorosa apuração da denúncia bem como, se assim couber, a punição dos acusados. 

4 - A Clinica Júlia Alves lamenta pelo ocorrido e reforça seu incondicional  apoio a apuração dos fatos. 

Atenciosamente,

Gracilene Alves Marques 
Proprietária 

Nota de Esclarecimento do Médico


Nenhum comentário: