quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Segunda onda da Covid-19 poderá não atingir o Ceará, avalia secretário da saúde

A "segunda onda" da Covid-19, quando os casos da doença voltam com mais força após a queda nas contaminações, poderá não atingir o Ceará. A informação, repassada nesta terça-feira (18), é do secretário estadual da Saúde, Carlos Roberto Martins, o Dr. Cabeto. 

O secretário trouxe o panorama durante participação no seminário online "O Futuro da Saúde", organizado pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Ceará (Sindessec). 

Além disso, Dr. Cabeto citou que o Ceará pode estar com uma "imunidade de rebanho" próximo do ideal. Essa expressão é aplicada quando o total de pessoas imunes a uma infecção atinge um nível capaz de barrar a sua disseminação. 

"A minha impressão global é que nós temos uma imunidade de rebanho perto do que é adequado e uma população que provavelmente vai ter pequenos aumentos ou pequenos surtos, mas nós não vamos ter a segunda onda como estava se achando anteriormente", frisou.

Informações do Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: