quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Hospital de SC instala vidro para aproximar famílias de pacientes com coronavírus durante visitas

Há mais de 10 dias, Rodrigo de Oliveira, de 42 anos, não via a mulher, Pabline Rottava, e o filho, Igor. Ele está internado no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste, no Oeste catarinense, por causa de complicações da Covid-19. Por causa de uma adaptação feita com um vidro na unidade de saúde, a família pôde visitá-lo de uma forma mais segura.

O material permite que os familiares se vejam e, ao mesmo tempo, é mais uma barreira contra o vírus. A gerente de enfermagem do hospital, Márcia Dreher, afirmou que o encontro com a família, que ocorreu na sexta-feira (7), foi significativo para Rodrigo. "Houve uma melhora dentro do quadro clínico do paciente. Toda equipe se emocionou muito", afirmou.

A mulher de Rodrigo, Pabline Rottava, descreveu a interação através do vidro: "Quando os olhos se encontraram, eu e o Igor nem conseguimos chorar. Mas o Rodrigo chorou. Imagina, né, bastante fragilizado. Mas depois tudo se tornou sorrisos, conversas, alegria. Foi uma injeção de ânimo muito grande pra ele". Rodrigo mora em São Domingos, também Oeste catarinense.

Informações do G1.

Nenhum comentário: