quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Cerca de 600 leitos de Covid foram liberados na Grande Fortaleza


Entre as variáveis analisadas pelo Governo do Ceará para flexibilizar atividades sociais e econômicas no Estado, durante a pandemia, está a ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e de enfermarias específicas para Covid-19 - e a procura por elas tem apresentado redução constante. De acordo com Carlos Roberto Martins Sobrinho, o Dr. Cabeto, secretário da Saúde do Ceará, cerca de 600 dessas vagas exclusivas já foram liberadas para outras especialidades, em Fortaleza e na Região Metropolitana (RMF).

"Chegamos a ter 30 leitos de UTI no Hospital São José, hoje são três. Tivemos até 400 doentes com Covid internados no Hospital Geral de Fortaleza, e quase 300 no Hospital de Messejana. Num dia só, registramos mais de 1.500 pacientes internados com Covid, 150 deles com ventilação mecânica, entubados. Houve uma redução muito drástica, e agora é o momento de mudarmos o perfil dessas vagas, darmos prosseguimento à ampliação da rede, para resolvermos grande parte do problema das filas", pontua o secretário.

Contudo, devido às distintas situações de disseminação do novo coronavírus nas cidades do interior, os leitos dessas áreas precisam ser mantidos, bem como alguns da Capital - embora a chance de um novo aumento de casos seja, por hora, "descartada".

Informações do Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: