quarta-feira, 24 de junho de 2020

Pm's do P.O.G de Camocim prendem garçom que convivia maritalmente com menina de 13 anos.


Durante a manhã de segunda-feira, 22, policiais militares do P.O.G. prenderam um garçom identificado como Mauro Freitas, sob a acusação de estupro de vulnerável e também violência doméstica prevista na Lei Maria da Penha.

Conforme apurou o blog Camocim Polícia 24h, era por volta das 11h30 quando pm’s do P.O.G. foram acionados para uma ocorrência em que um indivíduo ameaçava sua sogra e sua companheira em uma residência localizada no bairro Nossa Senhora de Fátima, aqui em Camocim. 

No local os militares se depararam com os envolvidos. Uma mulher que é acompanhada pelo Caps e que foi identificada como Benedita Furtuna, 40 anos, disse aos policiais que seu genro teria chegado em casa com sintomas de embriagues e passou a lhe ameaçá-la, inclusive teria lhe empurrado e queria lhe expulsar de sua própria casa. Achando pouco o indivíduo ainda teria pegado as panelas e derramado todo o almoço da família.  

No local, além do suposto crime de Maria da Penha os pm’s também descobriram que o acusado estaria cometendo outro crime, pois ele convivia maritalmente com uma pré-adolescente de apenas 13 anos, filha da sua sogra Benedita. Perguntado ao acusado ele teria confirmado que convivia com a menina desde que ela tinha 12 anos de idade.

Os pm’s então deram voz de prisão ao suspeito e este foi conduzido para a DPC de Camocim junto com sua companheira de 13 anos e sua sogra. Na delegacia o caso foi repassado ao delegado plantonista que ouviu da menina que tudo era verdade, inclusive que teria tido relações íntimas com o acusado ainda na noite anterior. Diante dos fatos o suspeito foi autuado por estupro de vulnerável contra a menina de 13 anos e por  crime  Maria da Penha contra sua sogra. Ele foi recolhido para uma cadeia na região.

Informações do Camocim Polícia 24h.

Nenhum comentário: