quarta-feira, 3 de junho de 2020

Jijoca - Secretária da Saúde Sandra carrega condenação por crime de improbidade administrativa

Ela foi acusada de apropriação indébita e ainda teria cometido falsidade ideológica.


A Secretária de Saúde escolhida pelo Prefeito Lindbergh Martins, Sandra Alves, carrega nas costas uma forte condenação por improbidade administrativa. O delito foi cometido quando a mesma era Secretária de Saúde do Município de  Croatá.

Ela foi condenada a pagar multa e perdeu os direitos políticos por cinco anos conforme sentença do Juiz Henrique Jorge em junho de 2018 (abaixo). O Revista Camocim teve acesso aos documentos.

Além desta infração, a condenada foi acusada de apropriação indébita (o que significa que ela teria se apropriado de recurso público) e crime de falsidade ideológica. Ela falsificou documento declarando-se enfermeira quando não possui esta qualificação para assumir um cargo em prefeitura.

Em Jijoca, a atual secretária do Governo Lindbergh tem sido alvo de fortes criticas de populares pela péssima qualidade dos serviços de saúde ofertados para a população e também no âmbito da administração dos equipamentos da pasta.

Na lista das denuncias, vazamento de documentos de pacientes, diagnósticos errados e descumprimento de protocolos. Além disso, dentre outros absurdos, a total falta de transparência em contratos milionários, o silêncio e a negligência dado como resposta aos jijoquenses.

Alfinetada

O que o Prefeito Lindbergh esperava ao traze-la pro município de Jijoca? O que poderia fazer a condenada para melhorar o sistema de saúde? Ou estaria interessado o Prefeito a utilizar do conhecimentos de suas artimanhas para enganar o povo de Jijoca?

As escolhas de Lindbergh Martins para este cargo executivo suscita muitas dúvidas acerca da sua capacidade como gestor e também sobre a verdade de seus reais propósitos.

Confira os documentos da Justiça AQUI, AQUI e AQUI




Carlos Jardel

Nenhum comentário: