sexta-feira, 5 de junho de 2020

Jijoca - Prefeito Lindbergh pretende esconder da população a fiscalização do Ministério Público

E ainda aproveita para fazer publicidade do Revista Camocim no município! 



A prefeitura de Jijoca de Jericoacoara está tentando manipular a informação em seu favor, passando pra população a mensagem de que não será investigada pelo Ministério Público Estadual do Ceará sobre possíveis irregularidades relacionadas aos recursos destinados para combater o coronavírus. 

Leia  o que diz o Ministério Público Estadual sobre o propósito e origem das fiscalizações: 

" Os procedimentos são oriundos de representações e de denúncias recebidas pelas Promotorias de Justiça, órgãos de apoio e de investigação, e Ouvidoria do MPCE ou através do e-mail"

Ou seja, o município tem recebido denuncias do mal uso dos recursos. Obviamente, os cidadãos que denunciaram ficam reguardado no anonimato garantido pelo órgão fiscalizador.

Será que o prefeito imagina que o MP vai apenas fazer uma visita de cortesia? 

Alfinetada

Agora, por falar em noticias falsas.

Gostaríamos de saber quando é que a Prefeitura vai processar o chefe da Autarquia de Jericoacoara, que disse numa live, pro secretário do Turismo do Estado, que os casos de Covid-19 eram apenas "casos suspeitos em Jeri", quando na realidade eram casos confirmados, teve até um óbito. Lembra?

 Gostaria também de saber se a prefeitura vai tomar alguma atitude com o médico que forneceu "diagnóstico errado" pra uma paciente de Covid-19. 

Por falar em mentiras, a prefeitura de Jijoca postou um Fak news quando disse que as cestas básicas dos voluntários de Jeri foram compradas em Acaraú, quando na realidade foram comprados em Fortaleza... 

A prefeitura não tem envergadura moral pra falar de Fak news.

E obrigado pela ampla divulgação do Revista Camocim em redes oficiais do Governo! 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: