sexta-feira, 5 de junho de 2020

Chaval - Oposição não coloca em votação o 1º projeto que beneficia servidores da saúde. O 2º foi aprovado a contragosto.

Na prática, a oposição se coloca contra os Técnicos de Barreiras, profissionais do Tele Saúde, Coordenadores,  Borrifadores e notificadores.


A presidente da Câmara de Vereadores de Chaval, Patrice Brito, não colocou em votação o projeto de Lei do dia 15 de Maio, de autoria do Prefeito Sebastião, que institui  gratificação aos profissionais da Saúde que iniciaram o serviço de linha de frente no Combate ao Covid-19 - Técnicos de Barreiras, Tele Saude, Coordenadores, Borrifadores e notificadores.

O projeto foi enviado aos vereadores para ser discutido e votado em caráter de urgência, mas recebeu um pedido de vista do vereador Ítalo Pacheco, numa ação claramente protelatória, retardando a liberação do recurso para os profissionais.

Uma das justificativas dos vereadores de oposição seria o fato do projeto não contemplar as demais categorias. Ocorre que tal justificativa desmanchou-se feito sonrisal na última sessão da Câmara, realizada na segunda-feira passada (01). Vejamos:

O prefeito Sebastião enviou outro Projeto de Lei, no dia 25 de maio, beneficiando com gratificações todos os profissionais que atuam nas unidades básicas de saúde e no Hospital Municipal, incluindo vigias, agentes comunitários de saúde e demais.  Esse projeto de Lei a Presidente colocou em votação. E foi aprovado contra a vontade da oposição que fez uma tremenda confusão. 

Já o primeiro projeto, do dia 15 de maio,  a senhora presidente, Patrice Brito, não coloca pra votação e isso tem prejudicado os servidores nele contemplados.  Ora, já que a justificativa da oposição, para não votar,  era o fato do mesmo  não contemplar as demais categorias, tal justificativa não cola mais. 

Na pática, a oposição se coloca contra os profissionais que estão atuando no combate ao Covid-19 como Técnicos de Barreiras, no serviço de Tele Saúde, em Coordenações,  Borrifadores e notificadores.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: