quarta-feira, 3 de junho de 2020

Camocim - bloqueios sem estudo técnico, falta sinalizações, ocasiona transtorno, pode causar acidentes e não são tratados em Decreto

Departamento Municipal de Trânsito, se duvidar, sequer foi consultado. 


A ideia de bloquear ruas centrais de Camocim para evitar aglomerações não é condenável por completa. Porém precisa ser questionada por conta do transtorno desnecessário que está causando e que poderá causar ainda mais. Neste sentido apresento duas reclamações: uma de natureza popular e a outras de natureza técnica e de competências.

1 - Moradores do Centro, vários, estão reclamando, e com razão, da maneira como esses bloqueios foram instalados que tem prejudicado a locomoção necessária de moradores que precisam sair com seus veículos para supermercados e até mesmo para as unidades de saúde em casos emergenciais.

Muitos moradores, dependendo da localização de suas residências, precisam entrar em ruas de contramão para poder chegar e sair de casa.  

Outras observações de populares. 

Quase acidentei, sem querer, um motoqueiro", revelou um morador de um das ruas centrais. 

 -  E se alguém de minha família chegar a precisar de uma ambulância ou do SAMU, que são serviços urgentes, como ela vai chegar aqui na minha casa?

- Até mesmo pra chegar na UPA, agora, tá complicado", comentou outro camocinense.

2- O Secretário da Segurança Pública e Defesa Civil, Cleomir, bloqueou as ruas, ao que tudo indica, sem o aval técnico do Departamento Municipal de Trânsito, que é o órgão responsável por essa ação que carece de estudo técnica dos profissionais operadores do trânsito. 

 O simples  fato do Secretário ser o Chefe da Pasta não o credencia para uma tomada de atitude dessa natureza. Afinal de contas, ele, até onde consta, é Militar e não Agente trânsito.  Por tanto, não poderia e nem deveria sair por ai fechando ruas sem, inclusive, colocar sinalizações e sem o material necessário como pode se constar nas fotos acima. 

Consultando uma fonte do Governo, o Revista Camocim, foi informado que a prefeita não foi consultada sobre a forma como essa medida foi adotada. Ela teria sido, no minimo, apenas informada.

3- O Decreto Municipal de Isolamento Rígido, recentemente publicado pela Prefeita Monica, não determina  o fechamento das ruas centrais, mas sim das vias de acesso de entradas no Município. 

Não custa nada, o Secretário da Segurança Pública rever esses bloqueios no Centro e reorganizá-los de forma mais responsável e técnica. 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: