sábado, 20 de junho de 2020

Brasil ultrapassa 1 milhão de casos de Covid-19 e Bolsonaro desdenha: "Quase 90% não sentem quase nada"


Nas tradicionais aparições em frente ao Palácio da Alvorada, nesta sexta-feira, 19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) novamente minimizou os efeitos da Covid-19 nos infectados. "Você pode até ter pego [coronavírus] e nem sabe. Quase 90% não sentem quase nada. Nem sintoma de gripe tem", disse Bolsonaro a uma apoiadora de Caruaru, Pernambuco, após a mulher ter defendido o retorno à normalidade.

Conforme o site do O Globo, o capitão reformado afirmou que se dependesse dele a reabertura da economia já teria ocorrido, "não teria o pessoal parado de trabalhar." E complementou: "Quem tem idade 40 para baixo, não tem problema. Se pegar, a chance de ter problemas graves é ínfima."

O Brasil atingiu nesta sexta a marca de 1.032.913 de infectados pela pandemia do coronavírus, de acordo com números do Ministério da Saúde. No Ceará, são 90.441 contaminados com 5.497 mortos.

O presidente disse em 22 de março que o número de óbitos no País pela pandemia não ultrapassaria as 796 mortes registradas pelo H1N1 em 2019. A projeção do militar foi desautorizada pela realidade no início do mês seguinte. Em 9 de abril, por exemplo, já eram 941 mortes.

Informações do Diário do Nordeste.

Nenhum comentário: