quinta-feira, 4 de junho de 2020

Auxílio de R$ 600: Alguns cidadãos podem não receber a 3ª parcela


O auxílio emergencial foi criado pelo governo para pagar R$ 600 em três parcelas para trabalhadores autônomos, desempregados, informais e microempreendedores individuais (MEIs). Para receber o benefício, os desempregados não podem estar recebendo seguro-desemprego. E no caso de mães chefes de família, o auxílio é de R$ 1.200.

Parte dos beneficiários já recebeu a primeira parcela. Outra parte, recebeu a segunda e agora segue o calendário de saque e transferência. E ainda há milhões de brasileiros aguardando resposta sobre o auxílio, que foi criado para auxiliar a parcela de trabalhadores mais vulneráveis durante a pandemia do novo coronavírus.

Porém, mesmo quem já recebeu as parcelas anteriores, pode ser cortado do programa e não receber a terceira parcela. Isso acontece porque, a cada pagamento de parcela, é feita uma reanálise. Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, alega que a reanálise a cada pagamento é para evitar irregularidades.

Informações do Notícias Concursos.

Nenhum comentário: