sexta-feira, 12 de junho de 2020

Além de mudar as cores do Boletim Epidemiológico, o que a nova secretária da saúde de Camocim fez ou vai fazer?


A nova Secretária da Saúde de Camocim, Nerilene da Silva, está há 12 dias no comando da pasta e até agora o que fez, além de mudar as cores do Boletim Epidemiológico? NADA! Esperava-se um comportamento administrativo radicalmente diferente do seu antecessor em defesa dos interesses da população adoecida do município. Só que os sintomas dos primeiros 12 dias me levam a crer que a nova secretária sofre da mesma doença do Fernando Fernandes: incompetência, incapacidade de dialogar com a população e, se for assim - pelo menos vem demostrando - não é uma gestora proativa. 

O que teria feito então a prefeita trocar "seis por meia duzia"? ainda não sei, mas suspeito ter sido vontade de continuar sacaneando a saúde pública. 

 Bom, a única vantagem que consegui identificar com a chegada da nova chefe da saúde municipal foi o tempo que lhe é favorável, o suficiente para pedir a demissão sem deixar um lastro  de destruição - a não ser que ela consiga fazer pior em pouco tempo o que Fernando fez.  Espero que ela também não goste de comer o dinheiro do povo de Camocim sem trabalhar. 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: