terça-feira, 5 de maio de 2020

Secretária e médico dizem que paciente de Jijoca que faleceu em Sobral foi testada para Covid-19 após a morte

A secretária  municipal da saúde, Sandra Alves, informou que a paciente de Jijoca,  que faleceu  na manhã desta terça-feira (05) no Hospital Regional de Sobral, em nenhum momento, foi caso suspeita de coronavírus. O exame que comprovou a morte por Covid-19, segundo Sandra, só foi realizado após o óbito, numa conduta do  próprio Regional. 

O Médico Elenilson Santos disse que a paciente deu entrada no hospital de Jijoca, no dia 24, com falta de ar, tosse, perda de peso e que após  uma radiografia do pulmão concluiu o diagnóstico de pneumonia, derrame pleural  e, segunda opção, neoplasia pulmonar. Ele justificou que a mulher de 51 anos tinha um histórico de tabagismo desde os 07 anos de idade.  Ela deu entrada no Regional de Sobral no dia 25 de abril.  

" (...) não fiz teste nenhum para covid-19 porque não era  o meu diagnóstico",  justificou o médico informando que a paciente passou por uma triagem no Regional e foi encaminhada para a "sala de reanimação adulta para pacientes negativos de Covid-19". 

A secretária da saúde informou ainda que soube da morte da paciente pela manhã através de familiares que articulavam o sepultamento, mas que "em nenhum momento o município foi informado oficialmente pelo Hospital Regional". 

" (...)Hoje, por vota das 16h, que eu fiz contato com o hospital, onde eu soube que a paciente tinha sido testada pós-óbito e tinha sido positivada... Mas estamos aguardando o relatório oficia do hospital", destacou a gestora municipal da saúde. 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: