domingo, 24 de maio de 2020

Ex-vereador de Martinópole Filipe Felix atenta contra a vida do atual prefeito e procurador do município

Na  madrugada do último sábado, 23, o ex vereador de Martinópole, na região norte do estado, cometeu tentativa de homicídio contra o atual prefeito da cidade e o seu irmão, que é procurador no município.

O atual prefeito de Martinópole é Júnior Fontenele, filho do ex prefeito e conhecido líder político da Região, Fontenele. O advogado Fontenele Filho, irmão do prefeito, é o procurador do município.

Acontece que Martinópole tem se destacado nos últimos dias na mídia regional por ter instalado uma efetiva barreira sanitária nas entradas da cidade.

O ex vereador Felipe Felix, que também é filho de um ex prefeito do município, no caso o Sr. Zé Nilson, furou este bloqueio na tarde de sábado, na companhia de seu irmão Nilson Júnior e outros amigos, em um carro Jeep Compass, chegando inclusive a ofender os profissionais da saúde que estavam na barreira no momento.

Após tomar conhecimento de que o município o colocaria em quarentena e que havia denunciado os mesmos para as autoridades policiais, Felipe entendeu como um ato de perseguição política contra sua pessoa, por ser pré-candidato a vice prefeito na chapa do ex prefeito James Bel.

Por se achar perseguido, embora todos saibamos que as barreiras sanitárias estão instaladas para proteger a população nesse momento de pandemia, o Senhor Felipe Felix, juntamente com seu irmão e mais dois homens, um deles conhecido como “tijolo”,  que já cumpriu pena por tráfico de drogas, foram até a porta das residências do prefeito e do procurador, que são vizinhas, e após várias ameaças, efetuaram disparos de armas de fogo e não respeitaram sequer as autoridades policiais que chegaram logo em seguida.

O clima político de Martinópole sempre foi acirrado, tendo ficado conhecido nacional e internacionalmente os casos em que aliados e familiares do ex prefeito James Bel, amigo de Felipe Félix, executaram o irmão do atual prefeito em praça pública, em 2010, e o radialista Gleydson Carvalho, em 2015.

Em contato com o prefeito Júnior Fontenele, o mesmo nos informou que fará os procedimentos policiais necessários na Delegacia de Uruoca, assim como pedirá medidas protetivas de distanciamento dos cidadãos que foram até sua porta, atentar contra sua vida e de sua família.

A seguir, podemos ver algumas fotos e vídeos que mostram o estado alcoolizado e descontrolado que o ex vereador Felipe estava ao chegar em frente à residência do prefeito Júnior Fontenele.

Tirem suas conclusões!


   

Carlos Jardel

Nenhum comentário: