quarta-feira, 27 de maio de 2020

Setores na expectativa de reabrir no Ceará


Na semana passada, setores do mercado receberam uma lista prévia do governo, dentro de um estudo inicial de reabertura. O plano deveria passar ainda por modificações.

Por esse estudo inicial, os primeiros setores a reabrir seriam:

- Preparação, fabricação, e comercialização de artigos de couro e calçados;

- Geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;

- Saneamento básico e reciclagem;

- Fabricação, confecção e comercialização de produtos têxteis e roupas;

- Indústria metalmecânica, química e correlatos;

- Agropecuária;

- Construção civil;

- Setor de serviços de apoio às empresas e famílias e artigos para o lar;

- Cadeia moveleira;

- Tecnologia da informação e comunicação;

- Publicidade, editoração e imprensa.

Por esse estudo prévio, entre uma etapa e outra, será dado um intervalo de 14 dias para o monitoramento da situação. Toda as atividades flexibilizadas teriam protocolos de segurança.

Critérios usados para definir a ordem de retorno dos setores econômicos, também no estudo prévio:

1. Baseado em riscos sanitários

Primeira fase = Baixo risco

Quarta fase = Alto risco

2. Baseado em aspectos econômicos e sociais

Primeira fase = Alto impacto

Segunda fase = Baixo impacto

280 mil testes rápidos
Ainda segundo Camilo, nesta semana será inciada a distribuição de 280 mil testes rápidos para todos os municípios do Ceará, para auxiliar na identificação dos casos da covid-19 no Estado. "Essa tem sido uma luta diária: ampliar a rede de saúde, atender, implantar os protocolos, permitir que a população tenha um atendimento inclusive regionalizado", afirmou.

Além dos testes, todas as regiões do Ceará estão recebendo novos leitos hospitalares e de UTI. "Já chegamos a mais de 2.371 leitos exclusivos para covid-19", afirmou o governador. 

Mais informações em instantes


Nenhum comentário: