sexta-feira, 3 de abril de 2020

Uruoca - O Prefeito Kilsen Covid arregou e voltou atrás.

Depois das graves denúncias na imprensa do estado, de compras de votos antecipados e criação de programa eleitoreiro,  além de decretar estado de calamidade no município, mesmo sem nenhum caso confirmado de coronavírus -  e pra piorar não cancelar um festival de quadrilhas no valor de um milhão de reais - , o prefeito de Uruoca, denominado de Kilsen Covid, pediu arrego e  já admite cancelar o festival Junino.  

O Cantor Léo Santana - que já estão chamando de "Léo Satanás", depois ter dito em redes sociais que  "nenhum ser humano tem obrigação de ajudar ninguém" -  é a principal atração da festa Junina no Município, estimado numa quantia milionária a ser desembolsada dos cofres públicos.

O chefe do executivo de Uruoca, meio confuso das ideias, decretou ainda a demissão de servidores contratados em plena crise financeira, publicou o ato no Diário Oficial do Município, foi pressionado pela imprensa estadual, e agora, parece, que já desistiu da ideia. 

Também parece que Kilsen já pensa em desistir do programa de dar dinheiro em espécie nas mãos do povo, pois solicitou parecer do Ministério Público, que já encaminhou recomendação proibindo. 

O prefeito Kilsen deve parar de enganar o povo. Se deseja  ajudar é simples: compra cestas básicas e distribui pro povo.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: