segunda-feira, 20 de abril de 2020

Ou se cumprem as medidas ou o resultado mais dramático imaginado será o único horizonte

Só pra lembrar: a pandemia é um problema de saúde pública! ou seja, problema de todos! Não é um caso da triste sorte apenas de um grupo de vulneráveis. As pessoas de todo o planeta estão vulneráveis e Camocim não é um caso isolado do resto do mundo, com pessoas dotadas de organismos super-imunes ao COVID-19.

 Por se tratar o coronavírus de um problema público - se o povo não se cuida -, o braço forte do Estado, que são os órgãos executivos de segurança pública, existem justamente para orientar e conduzir a população ao cumprimento das regras sanitárias embutidas nos instrumentos de conduta social. E aos que vierem a descumpri-las, a força da lei se faz necessária. Existe punição prevista!

É preciso que os órgãos de segurança pública se transponham da mera presença figurativa para uma existência rigorosamente atuante e de caráter emergencialmente combativo. É preciso que observem suas funções executivas. Pois trata-se do cumprimento do oficio da razão de suas respectivas existências...Ou fazem valer as medidas ou o resultado mais drástico imaginado da sociedade será o único horizonte.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: