quarta-feira, 25 de março de 2020

Balsa não transportou turistas e sim morador da Tatajuba

Balsas tem atendido apenas a necessidade de moradores das comunidades. 

A balsa que foi vista na manhã de hoje por populares fazendo a travessia de um transporte de passeio no Rio Coreaú para a lha do Amor não estava em atividade turística. Era o bugre de um dos moradores da Comunidade de Tatajuba que necessitou resolver problemas na sede de Camocim.

Também fomos informados que os bugueiros suspenderam as atividades turísticas e só irão retornar ao serviço quando o estado de quarentena for suspenso pelas autoridades públicas.

Serviço das balsas é essencial.

O serviço das balsas é considerando essencial em Camocim, porque atende a necessidade dos moradores das comunidades da região do Guriú, dentre eles comerciantes que necessitam vir a Camocim constantemente. Além disso, é o acesso mais rápido destas comunidades para os casos de emergenciais de saúde. 

A outra informação que o blog obteve é de que os proprietários de balsas tem observado rigorosamente as medidas que buscam proteger a saúde coletiva, sem realizar o serviço de lazer, restringindo a travessia apenas aos moradores na suas necessidades básicas. 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: