sábado, 7 de março de 2020

Após noite na prisão, Ronaldinho Gaúcho e irmão chegam algemados para novo depoimento ao MP no Paraguai

O ídolo do futebol Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, e seu irmão Roberto de Assis deixaram na manhã deste sábado a prisão para prestar novo depoimento à juíza Clara Ruiz Díaz, que determinará se lhes concede liberdade provisória. Os dois chegaram algemados para a audiência no Palácio da Justiça, mas o ex-jogador da Selação Brasileira usou um pano rosa para esconder as algemas.

Os dois tiveram a prisão decretada pela Justiça do Paraguai na noite de sexta-feira, acusados de falsificar documentos, e estão impedidos de saírem do país durante as investigações.

Analítico:   No Brasil, Ronaldinho não poderia ter sido algemado; entenda

De acordo com o jornal ''ABC Color'', os brasileiros chegaram para depor às 9h40m (hora local) e, meia-hora depois, foram levados diante da juíza, que determinará se vai mantê-los em prisão preventiva ou determinar medias alternativas. A audiência terminou por volta das 14h, mas a juíza ainda não se pronunciou.

Nenhum comentário: