terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Agora são 03 - kleber Veras lança pré-candidatura a prefeito de Camocim pelo grupo de situação

Subalterno da mais alta confiança do deputado teria recebido convite direto do chefe. 


O vereador Kleber Veras, subalterno da mais alta confiança do deputado estadual Sérgio Aguiar, lançou sua pré-candidatura a prefeito de Camocim na última sexta-feira (07) durante pronunciamento na tribuna legislativa. No início desta noite, terça-feira (11) ele tornou pública sua decisão através das redes sociais, postando o vídeo de seu pronunciamento acompanhado da seguinte legenda: 

"Em Sessão Ordinária realizada nesta sexta-feira (07), nos pronunciamos sobre a decisão após ouvir vários amigos, em colocar meu nome a disposição de todos os camocinenses em um espaço democrático aberto pelos nossos líderes Sérgio Aguiar e Monica Aguiar, "prévias" sempre prezando pelo respeito, a ética e principalmente pela união do nosso grupo, assim como fiz durante todos esses anos na minha vida pública. Nosso objetivo é tão somente compartilhar com todos os amigos, nossa decisão e que harmonicamente e de forma democrática possamos escolher entre nós, a melhor opção, que dará continuidade ao grande trabalho da Prefeita Monica Aguiar. Obrigado à todos, um grande abraço!"

Alfinetada

Há quem diga nos bastidores que Kleber lançou pré-candidatura a pedido direto do deputado estadual Sérgio Aguiar. A fonte do Revista Camocim, ligado  umbilicalmente ao núcleo central da politica Aguiar, disse que a candidatura de Kleber tem haver com confiança. Ele é a figura que o deputado e a prefeita mais confiam.

"Sérgio parece que perdeu o controle com  Glauco e mudou de opinião com Leonardo. Os dois apresentam a forte ameça de tirarem dele a  liderança do grupo,  isso se eles conseguirem chegar ao poder", disse a  nosso fonte completando: " Glauco  diz que Será tudo diferente e Leonardo representa a ala da família Aguiar que não se dar bem com Sérgio. Não tem como confiar cegamente. É  melhor prevenir com Kleber, que  é a certeza de que não haverá dor de cabeças,  do que apostar numa provável tempestade".

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: