terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Vereador Dr.Ismael segue protocolando denúncias graves contra seus perseguidores, Sérgio e Monica Aguiar

O médico e vereador Dr. Ismael vem sofrendo perseguição politica pelo grupo Aguiar desde que se elegeu vereador, sendo, inclusive, praticamente expulso do Hospital Deputado Murilo Aguiar por uma das irmãs do deputado Sérgio, que fazia as vezes de diretora da unidade de saúde, ficando assim, de certa forma, impedido de exercer a medicina no local onde, historicamente, ajudou várias pessoas empobrecidas desde que chegou em Camocim. Além disso, quando ainda aliado da situação, Ismael sofreu vários boicotes no governo  por determinação da prefeita, sem contar que seus Requerimentos  figuravam sempre o último lugar da fila nos gabinetes do secretariado municipal, quando por ventura chegavam por lá.

As perseguições ao médico e vereador só aumentaram depois que o mesmo declarou apoio aos deputados Romeu e Robério, respectivos estadual e federal, sendo que o ápice da perseguição se deu através de um processo que visa cassar o mandato do vereador, com acusações, segundo o mesmo, "levianas" e com a mera finalidade de deixá-lo fora da politica local e impedido de legislar em favor do povo.

Além dos atos de perseguições, Ismael Pinheiro passou a sofrer fortes criticas púbicas por parte dos veículos de comunicação comandados por Sérgio Aguiar - rádios e blogues -, com o objetivo único de macular sua imagem perante os camocinenses. 

Apesar da pressão, Ismael continuou desenvolvendo suas atividades legislativas na bancada de oposição, criticando as falhas do governo, cobrando melhoras e denunciando aos órgãos da Justiça os atos de improbidades administrativas cometido pela prefeita Monica Aguiar. Chegou a denunciar, em dezembro do ano passado, o próprio deputado estadual Sérgio Aguiar no Ministério Público Federal por suposto beneficiamento politico com as contratações de servidores temporários da prefeitura de Camocim, num processo que pede a cassação do mandato de Sérgio.

Recentemente, Ismael e demais vereadores da oposição protocolaram no Ministério Público Estadual mais uma denúncia contra a Prefeita Monica. Desta vez pedindo  que sejam  barradas as contratações ilegais e exigindo da prefeita a nomeação dos candidatos aprovados no último concurso público remanescentes dentro do número de vagas e os que figuram no cadastro de reservas.

Dr. Ismael também assinou no MP a denuncia contra a prefeita referente a um empréstimo milionário de R$21.000.000,00 (vinte e um milhões de reais)  a ser utilizado  no ano eleitoral e a ser pago pelo próximo gestor municipal. Para ele, esse empréstimo e  a contratação de servidores temporários, no próximo ano, tem o claro objetivo de beneficiar a campanha eleitoral do candidato a prefeito que irá disputar o pleito de sucessão. 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: