quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Cadê o Secretário do Turismo? por que somente César e Glauco?

Observando bem - e é de se estranhar - o fato do vereador Ricardo Vasconcelos, secretário do Turismo e do Desenvolvimento Econômico de Camocim não ter marcado presença na solenidade de entrega do Troféu César Cals de Turismo, na qual a prefeita Monica foi agraciada, supostamente por ter realizado investimentos na área.

Repito: é de se estranhar mesmo, pois  vereador Ricardo, com quem tenho enormes divergências no campo politico e o critico por isso, não é apenas o simples secretário do Turismo, mas  é também o secretário mais badalado do governo Monica. 

Se Ricardo, que é atualmente um dos chefes de pastas que mais colabora para a evidência da administração da prefeita, não compareceu, é porque, das duas uma: ou a prefeita esqueceu de convidá-lo, num provável ato falho, ou então porque não era do interesse do casal Aguiar que ele estivesse nesse evento, que por sinal lhe diz respeito. Afinal de contas, nessa solenidade, o secretário do Turismo precede a todos os demais secretários do governo. 

Sem falar que Ricardo tem méritos de participação direta nessa fajuta premiação que recebeu a prefeita. 

Por outro lado, sem muito a ver, compareceram apenas, ladeando a prefeita e o deputado na foto, os dois pré-candidatos a sucessão da cadeira Executiva: o vereador César Veras, presidente do Legislativo Municipal e o primo do deputado Sérgio, Glauco Aguiar. 

Pois bem, e qual o problema  dessas duas personalidades em tal evento?, ora bolas, na medida simples da explicação, justifica-se apenas a presença do César Veras, porque é uma figura representativa da legislatura municipal. É o chefe do Legislativo, que  na teoria,  trabalha para o amplo desenvolvimento do Município, muito embora na prática seja o contrário. Quanto ao Glauco Aguiar, que é apenas parente do esposo da prefeita e que não ocupa nenhuma função no governo, nada  justifica sua presença na solenidade, a não ser o fato da bruta questão politica em jogo. 

Neste caso, juntando as peças do quebra-cabeça politico,  resta apenas crer que Sérgio e Monica convidaram os dois para declarar publicamente que serão estas figuras os nomes mais fortes no processo de escolha do candidato a prefeito de Camocim pelo grupo Aguiar.

Ricardo pode ter sido descartado para evitar confusão na opinião pública, considerando que o secretário do Turismo também é uma nome forte na disputa. No entanto, a sacanagem maior é: Ricardo faz o serviço para os outros serem beneficiados.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: