segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Lago das Cangalhas: Requerimentos de Marcos Coelho são reprovados


Na Sessão da Câmara Municipal, realizada na última sexta-feira (01), a maioria dos vereadores desaprovaram os requerimentos do Vereador Marcos Coelho solicitando à Promotoria de Justiça e à Procuradoria da República que realizassem Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) com os Governos Municipal, Estadual e Federal, visando garantir ações preventivas que evitem o transbordamento do Lago das Cangalhas e o desabrigo da comunidade residente na Praia da Barrinha.
Entretanto, para surpresa de todos os moradores das comunidades que vivem no entorno do  Lago das Cangalhas, os dois requerimentos foram desaprovados.

Para entender:

O Lago das Cangalhas estar cheio e a proximidade de novo inverno tem trazido, ao invés de alegria, muita preocupação para as comunidades da Barrinha, Baixa Grande, Madeira Cortada, Tamboril, Agapé e além da própria Cangalhas. 

A população que reside, e tira seu sustento daquela fonte de recurso hídrico, está assustada, e muito, com seu possível  transbordamento, que seria desastroso para a agricultura, a pesca e o turismo local.

Outra grande aflição do moradores, com o "arrombamento" do Lago das Cangalhas, é que a comunidade da Barrinha seria completamente arrastada pela força da água correndo para o mar.

Os Vereadores que votaram contra os Requerimentos de Marcos Coelho são os subordinados da Prefeita Monica Aguiar: Kleber Veras, Emanuel Vieira, Zezinho Silva, James do Peixe, Naldo da Mercearia, Lúcia da Ematerce, Iracilda Rodrigues e Nilson do Hospital.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: