sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Aliado de Heitor Freire é exonerado do Ibama do Ceará; deputado protesta

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, exonerou Júlio Rocha Aquino do cargo de superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) no Ceará. Coronel Aquino, como é conhecido, é aliado do deputado Heitor Freire (PSL) e ficou pouco mais de um mês no cargo.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 21. Procurado, Freire protestou contra a mudança, que classifica como um “desrespeito não apenas com o deputado que fez a recomendação, mas com toda a bancada governista e com o nomeado”.

Os nomes para os cargos foram consultados e alinhados entre o Poder Executivo e a bancada de deputados. As nomeações se deram a partir de referências como perfil técnico e sem viés ideológico. O nome escolhido, então, deixou de ser técnico? Deixou de ser apto para a função?”, diz ainda o deputado.


Coronel Aquino, que teve indicação chancelada pelo próprio Heitor, estava no cargo desde 10 de outubro deste ano. Esta foi, portanto, a segunda mudança no comando do Ibama em menos de dois meses.

A exoneração ocorre dias após Freire anunciar que ficará no PSL, mesmo com a saída de Jair Bolsonaro para o Aliança pelo Brasil, sigla ainda em criação. Em outubro, Freire chegou a ser acusado inclusive de vazar conversas com o presidente para outros membros do PSL.

Perfil

Júlio Aquino foi integrante das forças especiais da Polícia Militar do Ceará, tendo passagem pelo Comando do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), tem formação em cursos especializados para atuação em situações que exigem gerenciamento de crises. Esteve também na chefia dos Comandos de Policiamento do Interior Norte e Sul (CPIs Norte/Sul).

O POVO

Nenhum comentário: