sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Barroquinha - Vereador pede carro da Câmara para ir até Fortaleza resolver problemas particulares e realizar exames de saúde

Imaginando estar no programa da Xuxa, ele ainda aproveitou para dar "alô" aos amigos!

O vereador Erivaldo, da oposição de Barroquinha, hoje resolveu protagonizar um ato tipico de quem tem  a cara de pau - ou quem sabe até mesmo  tenha sido um ato de insanidade mental -. Acredite: ele pediu ao presidente da Câmara, durante sessão legislativa,  o carro oficial do parlamento para ir até Fortaleza resolver problemas particulares e exames médicos. 

O pronunciamento do vereador viralizou nas redes sociais de Barroquinha, cujos internautas estão "bombardeando" o edil aliado de Jaime Veras.

Se o vereador não confundiu a Câmara com a casa da mãe joana, e nem teve um disfunção mental naquele momento, é um corrupto escancarado ou um analfabeto funcional, plenamente despreparado e desinformando, um inapto para representar o povo.

Contudo, alguém precisa dizer pro vereador que isso não pode. É crime! é improbidade administrativa, desvio de função!Ele precisa ser informando que por menos muitos vereadores estão perdendo o mandato nesse Brasil de meu Deus.

 Se for safadeza sua, e o presidente lhe conseguir o transporte da Câmara, precisa ser punido ele e o chefe do legislativo. Porém, se for burrice mesmo, o vereador precisa ser ser domesticado, por que isso é "brabice". 

No mais, a titulo de informação, o  vereador tem dois carros. E se está precisando ir até Fortaleza para tratar da saúde, então que vá nos seus transportes, tire o dinheiro do bolso, do gordo salário que ganha pra entrar mudo e sair calado da Câmara , compre a gasolina e resolva seus problemas particulares. Caso não queira ir em seus transportes particulares , pois que compre a passagem e vá de ônibus Guanabara, que saí até mais barato.

O carro da Câmara é para atender, unica e exclusivamente, as demandas do parlamento municipal.

Mas se o vereador insistir, afirmando que vai resolver problemas públicos em nome do legislativo - algo bem improvável - então que diga que  problemas são esses de interseres da coletividade.

Ridículo! 

Em determinado moment  é possível acreditar, conforme mostra o vídeo, que o Erivaldo se imaginou  num programa radiofônico de brega. ou de forró, ou  até mesmo no programa da Xuxa, mandando uma "alô" aos grandes amigos!



Carlos Jardel

Nenhum comentário: