quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Por 13 votos a 02 , Câmara de Vereadores cassa o mandato do vereador Erasmo Gomes

A Câmara de Vereadores de Camocim, por 13 votos a 02, cassou o mandato do Vereador Erasmo Gomes (PSL) na noite desta quarta-feira (28) durante Sessão Legislativa Extraordinária que votou  o parecer final da Comissão Processante que apurou as denuncias de quebra de decoro parlamentar praticada pelo edil em questão, impetradas pelo estudante universitário Ray Fontenelle.

Ao todo, no processo, pesaram 17 (dezessete) denuncias contra o vereador Erasmo, que foram analisadas e votadas pelos parlamentares separadamente. Em todas, o vereador bolsonariano obteve o mesmo placar: apenas 02 (dois) votos em sua defesa -  dos vereadores Dr. Ismael e Júlio César Sotero - contra 13 (treze) em seu desfavor.

Mais cedo, em suas redes sociais, o agora ex-vereador julgou que sua cassação se daria por motivos meramente políticos e que já teria ingressado com ação na Justiça a fim de reverter a situação. Ele garantiu ainda  que não "irá se calar". 

O primeiro suplente da coligação PR/PSDB, Sidney o Bola, assumirá a vaga de Erasmo.

Confira AQUI o Relatório Final com Parecer da Comissão Processante que se manifestou pela procedência das denuncias e pela cassação do mandato do vereador Erasmo Gomes.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: