segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Fatos sobre a Guarda Municipal de Granja "foram citados de forma mentirosa e caluniosa",afirma Subcomandante

"Infelizmente esse tipo de publicação suja e caluniosa, parte de pessoas que só vivem de denegrir a imagem dos outros", diz agente da segurança pública municipal



Eu, Rosângela Oliveira, na condição de Subcomandante da Guarda Municipal de Granja, gostaria de esclarecer alguns fatos que hoje foram citados de forma mentirosa e caluniosa pelo um blog da região, a meu respeito e a respeito da minha instituição de trabalho.

Primeiramente gostaria de deixar claro que nessa instituição, na qual eu faço parte, não ocorre qualquer tipo de assédio moral, todos aqui se manifestam abertamente sem nenhuma censura. O imóvel no qual temos a nossa disposição é suficiente para realizarmos nossas atividades, visto que o serviço do guarda municipal é nas ruas, praças, logradouros, enfim protegendo o patrimônio público. Então nesse caso a nossa base é suficiente para serviços administrativos. 

O referido blog citou que alguns guardas almoçam na calçada por falta de espaço e que desfrutam de 60 minutos para isso. Gostaria de dizer que esse fato mentiroso eu desconheço. O que acontece é exatamente o contrário, todos os guardas que trabalham no serviço externo cumprem carga horária de 12 horas de serviço e 36 de descanso, sendo que durante o serviço todos tem direito a uma hora de descanso, mas que diariamente esse horário se ultrapassa, nunca sendo menor que uma hora. Nunca aconteceu de nenhum guarda fazer sua refeição na calçada como dito pelo blog, mas novamente o que acontece é o contrário, os que são de Camocim ficam na base no horário de almoço, dormem e ainda tomam banho. O local não é apropriado, mas como muitos não têm onde ficar, por serem de Camocim, nós disponibilizamos o local. Na nossa base temos um gelágua e um purificador de água, então não há motivos para alguém pedir água nas casas, como citado no blog. 

A viatura nunca esteve abandonada, foi levada para conserto, pois apresentou um problema, como qualquer outro carro que roda muito, visto que já estamos usando ela de forma ostensiva cerca de um ano e meio. 

Por fim, gostaria mais uma vez de esclarecer e desmentir essas calúnias, não existe e nunca existiu ordem alguma para não consertar a viatura, prova disso é que ela já foi levada a conserto, também não temos a intenção de forçar ninguém a pedir demissão, na verdade temos é a intenção de admitir mais guardas municipais. A prova desse interesse por parte da administração foi à convocação no dia 22 de abril desse ano, de mais quatro guardas que estavam na lista de espera como classificáveis no último concurso público.

Infelizmente esse tipo de publicação suja e caluniosa, parte de pessoas que só vivem de denegrir a imagem dos outros, que de forma irresponsável e mentirosa tentou prejudicar a imagem da nossa instituição.

Nenhum comentário: