quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Conselho de Ética admite quebra de decoro de André Fernandes e ele teme afastamento

O Conselho de Ética da Assembléia Legislativa do Ceará admitiu nesta terça-feira (20), por unanimidade com nove votos, a quebra de decoro parlamentar do deputado estadual André Fernandes (PSL). O presidente do conselho, Antônio Granja (PDT), disse que punição sairá em 60 dias.

André pediu desculpas e admite que errou. Apesar da retratação, deve sofrer punição. Além disso, ele teme que advertência seja trocada por afastamento do mandato por dois meses. André Fernandes está assustado e apelou por absolvição.

O relator, deputado Romeu Aldigueri (PDT), sustenta que fatos contra André Fernandes ficam comprovados. A situação complica-se com a possibilidade de cassação.

O plenário da Assembléia tem a palavra final no caso. Lá, maioria é hoje favorável à punição rigorosa.

Entenda o caso


O deputado do PSL protocolou uma denúncia no Ministério Público do Ceará no dia 14 de junho, em que acusa o deputado estadual Nezinho Farias (PDT) de ligação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Segundo André, Nezinho apresentou projeto de lei para regularizar jogos eletrônicos, que seria para a lavagem de dinheiro da organização.

Saiba o que disse os deputados AQUI, AAQUI e AQUI

Ceará News 7

Nenhum comentário: